cheap jerseys

Blog Engravida

 

 

 

Alimentos que aumentam a fertilidade de mulheres que querem engravidar

10 de novembro de 2019

 

A alimentação da futura mamãe é um fator importante para “preparar o organismo” para a chegada do bebê, além de ser frequentemente apontada como um dos truques para engravidar. Uma alimentação balanceada, com todos os nutrientes necessários para uma vida saudável, contribui para uma boa saúde sexual, melhora a qualidade dos óvulos e deixa os hormônios femininos mais fortes.

Promover uma reeducação alimentar é uma forma de dar um empurrãozinho para que a gravidez aconteça. A chamada Dieta da Fertilidade, criada em 2009 pelos pesquisadores Jorge Chavarro e Walter C. Willett, da Harvard Medical School, propõe que as mulheres substituam o consumo de carboidratos refinados, doces e café por alimentos que prometem aumentar a fertilidade do organismo como, por exemplo, frutas, leguminosas e carnes magras. Estes alimentos, se aliados a um estilo de vida saudável e longe do estresse/ansiedade, ajudam a produzir os hormônios sexuais e melhoram a qualidade dos óvulos.

Vitaminas do complexo B são grandes aliadas para a fertilidade das tentantes. A vitamina B6, por exemplo, ajuda a regular o açúcar no sangue e está presente em alimentos como batata, banana, peito de frango, salmão, atum e abacate. A vitamina B9 (ácido fólico) é fundamental antes e durante a gestação porque é responsável por evitar problemas na formação do tubo neural do bebê; ela é facilmente encontrada em vegetais verde-escuros, fígado, lentilha, feijão, laranja, amêndoas e espinafre. Já a vitamina B12, presente em carnes, leite e ovos, regula o ciclo menstrual e melhora a camada do útero que vai receber o embrião.

Outro alimento que melhora a fertilidade e a qualidade dos óvulos é o peixe, que é rico em ômega 3. Proteínas animal (carne vermelha, peito de frango) e vegetal (soja, feijão, grãos, cogumelos, grão-de-bico, quinoa) também são importantes para quem deseja engravidar, assim como legumes e frutas ricas em fibras que são responsáveis por melhorar o trânsito intestinal, eliminando as toxinas que prejudicam a fertilidade.

O licopeno, por sua vez, é benéfico para os ovários, ajudando a regular a produção hormonal e deixando o ciclo ovulatório normal e está presente, principalmente, nos tomates. Outras fontes em que o nutriente é encontrado são: cenoura, mamão papaia, abóbora, melancia e goiaba vermelha.

vitamina A (cenouras, batata-doce, alperces secos, abóbora e agriões) ajuda na produção de hormônios femininos. A vitamina C, além de ser essencial para manter a imunidade em dia, também normaliza a ovulação; ela é encontrada em frutas cítricas, mamão, pimentão e vegetais verdes. A vitamina D (como salmão, atum, meca, arenque e sardinha) ajuda o corpo na ovulação, garantindo o equilíbrio hormonal. A vitamina E, por sua vez, melhora a qualidade do endométrio e do útero. Boas fontes desse nutriente são: alface, agrião, espinafre e couve, óleos vegetais, frutas secas, sementes, peixes gordos, abacates, feijões e batata-doce.

P.S.: Algumas mulheres podem precisar de suplementos alimentares para aumentar as chances de gestação, não deixe de consultar seu médico ou nutricionista para mais informações.

Engravida é uma clínica de reprodução humana que une o tratamento personalizado a uma infraestrutura completa, com equipamentos e técnicas modernas. Fale com nossos biomédicos e agende uma consulta: https://www.engravida.com.br.

 


voltar ao blog

Outras postagens