cheap jerseys

Procedimentos

Laparoscopia

Histeroscopia

Microdissecção Testicular

Correção de Varicocele

Reversão de Vasectomia

Reversão de Laqueadura

Laparoscopia

É um procedimento cirúrgico minimamente invasivo, feito por meio da inserção de uma óptica e insuflando a cavidade abdominal com gás carbônico para que seja possível visualizar os órgãos pélvicos por um monitor de TV. Por meio desta técnica, é possível avaliar as trompas, o útero e os ovários, permitindo um diagnóstico mais preciso.

Além da incisão umbilical são realizados dois ou três pequenos cortes de 5 a 10 mm na região da virilha, por onde são colocadas pinças longas e delicadas, que permitem a realização da cirurgia. A laparoscopia é feita para auxiliar no diagnóstico de alguns casos de infertilidade sem causa aparente, assim como para tratamento de algumas doenças como endometriose, miomas e aderências pélvicas. Além disso, permite a identificação de lesões muito pequenas que não poderiam ser diagnosticadas em uma cirurgia convencional.

Por ser uma cirurgia minimamente invasiva é passível de menos complicações como infecções e hemorragias, com menor tempo de internação hospitalar. Em alguns casos a paciente pode receber alta no mesmo dia do procedimento.

Histeroscopia

É uma cirurgia minimamente invasiva, realizada dentro da cavidade uterina, sem a necessidade de abertura da cavidade pélvica. O procedimento é utilizado para remoção de pólipos e miomas e para reconstituição da anatomia uterina em casos de malformações. É feita por via vaginal, através de um aparelho chamado Ressectoscópio, que permite a manipulação intrauterina. A paciente normalmente recebe alta no mesmo dia do ato cirúrgico.

Microdissecção Testicular

Esta técnica tem o propósito de achar sêmen em casos muito difíceis. É utilizada em homens que não eliminam espermatozoides pela ejaculação, mas os fabricam em pequena quantidade. Consiste em uma microcirurgia, que possibilita a retirada dos espermatozoides diretamente dos ductos seminíferos, local onde eles estão em maior concentração.

Sua eficiência, com chance de sucesso ao redor de 66%, se deve ao fato de que é possível avaliar onde está o sêmen e causar o menor dano possível ao tecido. A vantagem, quando comparada com outras técnicas, é o fato de ser menos agressiva e oferecer a possibilidade de se retirar várias amostras de esperma, possibilitando o congelamento para uso futuro.

O paciente é sedado no Centro Cirúrgico e o urologista procura, com o uso de microscópio, o melhor ducto seminífero para coleta do sêmen. A embriologista acompanha e avalia o sêmen coletado na hora.

Correção de Varicocele

Varicocele é a dilatação do conjunto de veias que drenam o sangue utilizado pelos testículos. Hoje, é uma das causas mais comuns da infertilidade masculina, ocorrendo em até 40% dos homens avaliados nos centros que tratam infertilidade conjugal.

Essa dilatação é causada por uma inversão no sentido do sangue nessas veias, ou seja, o sangue ao invés de subir pelas veias, desce de volta ao testículo. Esse acúmulo de sangue venoso (usado) no testículo pode causar alterações na produção e na qualidade dos espermatozoides, interferindo na qualidade e na capacidade de fertilização do óvulo.

O tratamento para esse problema é uma cirurgia que liga as veias dilatadas, interrompendo o refluxo de sangue usado aos testículos. Nessa cirurgia é utilizado microscópio para a correta identificação das veias, artérias e vasos linfáticos com o objetivo de ligar somente as veias. O procedimento restabelece a fertilidade masculina e preserva a saúde testicular, pois a varicocele é uma doença progressiva e pode, numa porcentagem grande dos casos, causar a diminuição do tamanho do testículo.

Reversão de Vasectomia

A vasectomia é um método seguro e eficaz no processo de esterilização do homem que não deseja mais ter filhos. É realizada com anestesia local e é considerada um procedimento cirúrgico simples. A cirurgia consiste de uma pequena incisão na pele do escroto, onde o cirurgião irá isolar os canais deferentes, por onde passam os espermatozoides, cortá-los e amarrar as pontas. Depois a pele é fechada com um ou dois pontos.

A cirurgia de reversão da vasectomia é a desobstrução da passagem de espermatozoides pelos canais deferentes, permitindo novamente a passagem dos espermatozoides. O resultado do procedimento pode variar: quanto menor o período desde que a cirurgia foi realizada, maior a chance de sucesso de sua reversão. A chance de que o paciente volte a ter filhos também é influenciada pela idade da parceira e sua condição de fertilidade.

Reversão de Laqueadura

Pacientes que se submeteram à laqueadura (ou ligadura tubária) como método anticoncepcional podem reverter a operação para reaver sua fertilidade. Neste caso, é feito um procedimento, sob sedação, no Centro Cirúrgico a fim de retirar as partes das trompas (ou tubas) que foram danificadas e religar a parte saudável do órgão, permitindo que a passagem dos óvulos entre o ovário e o útero seja restabelecida.

Contudo, o sucesso da cirurgia depende de alguns fatores como a idade da paciente, a qualidade dos segmentos de trompa restantes e se eles possuem tamanho adequado para serem unidos, além de serem avaliadas também quais as chances de sucesso de gravidez. Sendo assim, a opção por essa cirurgia deve estar ser feita em conjunto com o médico de reprodução humana.

Unidades Engravida

São Paulo

Av. Angélica, 916 - Térreo
Higienópolis
+55 (11) 3821 7700

Rio de Janeiro (em breve)

Rua São Clemente, 347
Botafogo
+55 (21) 2203 2004

Brasília (em breve)

SEP/S EQ 709/909, Lt.A Bl.A
Sala 01 - C. Médico Júlio Adnet
 

Campinas